• Ressurreição

Ressurreição

  • Categorias: Romance
  • Autor: Machado de Assis
  • Vendedor LPB000317
  • Entrega: Impresso on demand

  • Editora

    PoloBooks
  • Edição

    #

    1
  • Ano

    2020
  • Idioma

    Português
  • Páginas

    106

  • R$ 16,00
Esta obra, diferentemente dos outros romances de Machado de Assis, não foi publicada primeiro em folhetim. É seu primeiro romance, e foi publicado diretamente como um livro. Mas se lermos atentamente cada um dos capítulos, veremos que todos têm uma “chamada” para o próximo, há uma forte expectativa do que acontecerá no seguinte capítulo, e isso mantêm o interesse e a curiosidade do leitor.
Não temos um narrador formal neste romance, mas ainda assim, tal e como aconteceu em obras posteriores, Machado analisa o caráter e a psicologia dos seus personagens sem sutileza. Ele vai direto ao ponto daquilo que considera a grande fraqueza de seu protagonista, e o expõe sem brandura ou justificações logo nos primeiros capítulos.
Félix era um médico que se tornou rico graças a uma herança que recebeu. Assim que não precisou mais se preocupar com as contas e o pão de cada dia, dedicou-se a ser um “bom vivant”. Ele escolheu viver longe do centro e do burburinho do Rio de Janeiro, em uma chácara do bairro das Laranjeiras. Mas não era um ermitão, gostava de se manter um pouco afastado, mas recebia muitas visitas e frequentava festas e saraus, onde era muito bem recebido, pois sendo rico e médico, era considerado um “bom partido”. Era, porém, um homem bastante ácido nos seus contatos, um pouco irônico e, por certo, nada fácil de contentar.
Tinha os seus amores, mas ele mesmo dizia que eram amores de um semestre, não conseguia ficar mais de seis meses com a mesma mulher, pois segundo ele diz ao seu amigo Menezes, “Não há ternura que vá além de seis meses; ao cabo desse tempo, o amor prepara as malas e deixa o coração como um viajante deixa o hotel...”.
Mas o destino colocou Lívia, uma bela viúva, irmã do seu amigo Viana, no seu caminho, ou melhor dizendo, no sarau ao qual foi no primeiro dia do ano. Ficaram impressionados um com o outro, e terminara por se apaixonar.
Quando aparece Raquel, uma encantadora e sincera jovem, se estabelece um triângulo amoroso que não chega a perturbar demasiadamente o casal. Apenas serve para mostrar o caráter dos envolvidos, e nisso, Machado é um mestre, já nesse primeiro romance.
É de conhecimento público que nosso escritor não é afeito aos finais felizes. Neste caso, porém, hei de deixar a dúvida. Mas se há algo que poderá vir a macular a felicidade e mudar o destino deste casal, é justamente o caráter pusilânime e desconfiado de Félix. Não que seja incapaz de amar, apenas não tem a coragem da entrega completa, deixando sempre uma porta aberta para a desconfiança. Julgue o leitor por si mesmo o contraste dos dois caracteres que Machado quis nos apresentar.
Editora PoloBooks
Edição 1
País de Origem Brasil
Ano de publicação 2020
Assunto Literatura brasileira
Idioma Português
Código de Barras 978-85-5522-381-5
Formato Altura 19
Formato Largura 12,5
Papel da Capa Supremo Alto Alvura 250 gr
Cor da capa colorida
Papel do Miolo Off set 75 gr.
Nº de Páginas 106
Encadernação Brochura lombada quadrada

Ainda não existe nenhuma avaliação para esse produto, seja o primeiro!

 Escreva um comentário

Produtos relacionados

Etiquetas: machado de assis, literatura brasileira